A falta de água e saneamento coloca bilhões de pessoas em risco de contaminação por coronavírus. De acordo com recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), a lavagem de mãos é uma defesa básica de primeira linha, sendo a forma mais eficaz de prevenir a propagação da COVID-19. Entretanto, a ONU estima que uma em cada três pessoas no mundo não tem acesso a água potável.

A importância do saneamento básico na luta contra o novo coronavírus

De acordo com a especialista, estudos já realizados não mostraram evidência da presença do vírus em águas superficiais ou subterrâneas, assim como ainda não foram identificados casos de transmissão por ingestão de água.

Ainda assim, algumas medidas devem ser tomadas para manter a segurança do abastecimento de água, tais como: proteção da fonte da água; tratamento no ponto de distribuição, coleta e consumo; filtração e desinfecção; armazenamento seguro e limpeza regular das caixas d´água.

Para discutir estes desafios, a Rede Brasil do Pacto Global promoveu o webinar COVID-19: A importância do saneamento básico para o combate ao coronavírus.

Confira aqui o webinar na íntegra.

Fonte: ONU

Deixe seu comentário...